quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

A biodiversidade amazônica pela visão de jovens naturalistas


Alunos que venceram a 5ª edição do Prêmio Márcio Ayres mostram como a variedade de animais e plantas faz parte do cotidiano de escolas, produtores, famílias e comunidades do Pará

Agência Museu Goeldi - Dezessete atividades educativas, quinze municípios mobilizados, 40 escolas participantes, sete finalistas. Depois de uma longa jornada, a quinta edição do Prêmio José Márcio Ayres para Jovens Naturalistas terminou no dia 4 de dezembro com o anúncio dos primeiros colocados em cerimônia aberta ao público, realizada no Auditório Alexandre Rodrigues Ferreira, no Parque Zoobotânico do Museu Goeldi. Entre os melhores trabalhos, os temas de zoologia foram os preferidos dos estudantes nesta edição, dominada pelas escolas públicas. Leia mais no Portal MPEG.

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Quem vence o Prêmio Márcio Ayres?


É a primeira vez que apenas alunos de escolas públicas disputam os primeiros lugares do concurso para Jovens Naturalistas. Na 5ª edição do Prêmio, os escolares apresentam estudos sobre peixes em São Domingos do Capim, abelhas sem ferrão, aranhas em escola de Belém, a terminologia vulgar do açaizeiro em forma de dicionário, o processo de extinção da Arara Azul e as bromélias amazônicas sob dois enfoques.

Agência Museu Goeldi – Com um olhar direcionado para a biodiversidade da Amazônia, sete jovens naturalistas elaboraram trabalhos de investigação sobre a fauna e flora da região e concorrem à 5ª edição do Prêmio José Márcio Ayres Para Jovens Naturalistas - PJMA. O concurso é uma realização do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) e da Conservação Internacional (CI-Brasil). Os vencedores serão anunciados nesta terça-feira, 4, às 10h, durante a cerimônia de encerramento, no Auditório Alexandre Rodrigues Ferreira, localizado no Parque Zoobotânico do Museu Goeldi.
O Prêmio é destinado a estudantes do Estado do Pará matriculados nos níveis de ensino Fundamental e Médio, orientados por professores de suas escolas em trabalhos investigativos individuais ou em dupla.  Nesta edição, as pesquisas foram desenvolvidas nos municípios de Belém, Igarapé-Miri, São Domingos do Capim e Barcarena.
Os concorrentes participam da última etapa do concurso nesta segunda, 3/12, fazendo uma  exposição oral de suas pesquisas, no Auditório Alexandre Rodrigues Ferreira.
Quem está na disputa pelos primeiros lugares nas duas categorias do Prêmio Márcio Ayres? Pelo Ensino Médio, quem concorre ao prêmio são:

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

“Espécies ameaçadas de extinção”.


O Prêmio José Márcio Ayres para Jovens Naturalistas convida você a descobrir um pouco mais sobre a biodiversidade da Amazônia. Você sabia que a nossa região possui a maior biodiversidade do planeta? E você sabia que muitas dessas espécies correm o risco de desaparecer? Confira quais são essas espécies de animais e plantas na videotrilha “Espécies ameaçadas de extinção”.
Para preservar as espécies amazônicas, precisamos de políticas públicas que valorizem a biodiversidade, o que pode ser feito a partir da pesquisa e investigação científica. 

Professor, convoque seus alunos! Estudante, chame seu professor e juntos entrem no universo da ciência e ganhem prêmios! Inscrevam seus trabalhos nas categorias “ensino fundamental” e “ensino médio” até o dia 31 de outubro. Os melhores artigos terão seus autores premiados (professor e aluno) e todos ganham nesse processo de educação para a ciência e biodiversidade. Inscreva-se já! 

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Confira a Websérie Naturalistas do séc XXI


Hoje o Prêmio Márcio Ayres para Jovens Naturalistas convida você a conhecer histórias de alguns dos vencedores deste concurso que premia estudantes, professores e escolas de ensino fundamental e médio do Estado do Pará. Trata-se da websérie Naturalistas do Século XXI, uma produção do Laboratório Multimídia de Comunicação do Museu Paraense Emílio Goeldi. Nesta websérie, você confere a trajetória de estudantes que ingressaram no mundo da ciência por meio da observação de sua realidade. Assista em http://www.youtube.com/playlist?list=PLmF_djNxPm8QndenX0ObB1ABn7N2_oLPo os nove episódios que mostram como simples inquietações se transformaram em objetos de pesquisa.

Aproveite e inscreva seu trabalho até 31 de outubro de 2012! Leia o regulamento e saiba mais informações em www.marte.museu-goeldi.br/marcioayres.

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Prêmio Márcio Ayres estende prazo para inscrição de trabalhos

Estudantes do ensino fundamental e médio do Pará, da rede pública e particular, conseguiram mais tempo para concorrer à quinta edição do Prêmio José Márcio Ayres para Jovens Naturalistas (PJMA). O prazo final para entrega dos trabalhos foi adiado para 31 de outubro de 2012. 

Criado em 2003, o Prêmio é fruto da parceria entre o Museu Paraense Emílio Goeldi e a Conservação Internacional do Brasil. Em sua quinta edição, conta com o apoio do projeto Escola da Biodiversidade Amazônica – Ebio, subprojeto do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Biodiversidade e Uso da Terra na Amazônia

Mais que um concurso, esta iniciativa é um processo educativo que incentiva os estudantes a investigarem a Biodiversidade Amazônica, com o objetivo de ampliar a divulgação e a discussão deste assunto nas escolas da rede pública e privada. Saiba mais sobre como se inscrever lendo a matéria completa no Portal MPEG.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Websérie Naturalistas do Século XXI - Episódio 7

Você toma açaí diariamente? Essa foi uma das perguntas que o estudante Denner Ferreira fez aos moradores do município de Igarapé-Miri, no Pará. Na pesquisa que garantiu ao jovem pesquisador o terceiro lugar na terceira edição do Prêmio José Márcio Ayres para Jovens Naturalistas, Denner realizou questionários a fim de saber qual a importância do açaí na alimentação dos habitantes da cidade que é a maior produtora de açaí do mundo. Quer saber o que ele descobriu? Assista ao sétimo episódio da websérie Naturalistas do Século XXI: Fruto nosso de cada dia - o açaí em Igarapé-miri.

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Pororoca da Biodiversidade 2012

No dia 05 de junho de 2012, Dia Internacional do Meio Ambiente, aconteceu no Parque Zoobotânico do Museu Paraense Emílio Goeldi a Pororoca da Biodiversidade Amazônica. Foi o último evento da 5ª edição do Prêmio Márcio Ayres para Jovens Naturalistas, uma iniciativa do Museu Goeldi, da Conservação Internacional e com o apoio da Escola da Biodiversidade Amazônica. 
O evento, que teve como tema "Conhecendo os bastidores da ciência", apresentou diversas atividades para estudantes das redes pública e privada de ensino, tais como jogos, mostra de vídeos, oficinas, trilhas e exposição das diversas áreas de pesquisa que atuam no Museu. Confira um pouco mais no vídeo abaixo, e para mais informações acesse a reportagem no site do Prêmio Márcio Ayres.
video